Ensino Médio


Gêneros discursivos e Multiletramentos: da teoria à prática

Os alunos da 1ª e 2ª série do Ensino Médio do Colégio Nossa Senhoras da Dores durante as aulas de Redação ministradas pela Professora Priscila Marques Toneli, Dra. pela Unicamp, desenvolveram uma atividade relacionada à produção de gêneros discursivos orais e escritos sob a perspectiva teórica dos Multiletramentos.

Primeiramente, os alunos escolheram os temas a serem trabalhados de acordo com os repertórios e os assuntos que mais lhes interessavam, como gravidez na adolescência, gênero e sexualidade na escola, suicídio juvenil, depressão, ansiedade, aquecimento global, corrupção, política, maioridade penal, eutanásia, prática de esportes, roupa e gênero, pena de morte, entre outros.

Posteriormente, elaboraram uma apresentação oral seguida de debate, dois gêneros discursivos orais que puderam mostrar o potencial dos alunos em termos de conhecimentos socioculturais e posicionamento analítico e crítico.

Tais temas foram também trabalhados na elaboração de cartas argumentativas que são normalmente cobradas nos vestibulares da UFU e da UNICAMP e dissertações argumentativas conforme propostas exigidas pelo ENEM e pelo vestibular da UNESP.

Para a elaboração desses gêneros, foi preciso adentrar às "coleções" dos alunos e das "novas estéticas" para a produção dos gêneros orais e explorar as multissemioses (variedade de linguagens/ semioses), o uso das tecnologias de informação e de comunicação em contexto digital e o estudo da configuração de gêneros escritos em termos de estrutura formal, situação de interlocução e função dos gêneros em contexto discursivo-comunicativo.

"A aplicação dessa atividade pode nos mostrar o como os conceitos teóricos estudados durante nossa vida acadêmica podem ser estendidos à prática da sala de aula e como podem contribuir com o processo de ensino e aprendizagem dos alunos, uma vez que podemos dar voz aos alunos, entrar no universo deles e ressignificar o conteúdo escolar dentro de práticas comunicativas cotidianas que são formalmente cobradas em reflexões nos vestibulares e ENEM.", comenta a professora Priscila.

Essa atividade faz parte de um projeto pedagógico da área de Linguagens e Códigos do colégio que se preocupa com a formação dos alunos não só para a vida, mas também para a preparação para o ENEM e principais vestibulares do país.

29/06/2017 [P.P.T.]

 


Share |