Ensino Fundamental Anos Iniciais


STEAM ACADEMY revela os segredos da Matemática Real e suas aplicações

Desde o dia 27 de abril, os alunos do 3º ano “A” do Ensino Fundamental Anos Iniciais do Colégio Nossa Senhora das Dores estão desenvolvendo, sob liderança da Professora Angélica Carvalho, o programa de metodologia “STEAM ACADEMY” da plataforma Pense Matemática. O projeto tem o apoio da Coordenadora de Tecnologias Kátia Cristina.

A metodologia STEAM (acrônimo , em inglês, das disciplinas Science, Technology, Engineering, Arts e Mathematics) tem o objetivo de tornar a Matemática mais acessível aos alunos, colocá-la em meio ao convívio social e prático através de dinâmicas que viabilizam a resolução de situações-problema, investigação, descoberta, criação, conexão de conhecimentos e reflexão sobre a Matemática Real, a qual desconsidera os termos certo ou errado em prol da valorização de diversas habilidades que podem ser exploradas e aplicadas nos desafios cotidianos.

A motivação para execução da atividade provém da participação da Professora e da Coordenadora no evento “Pensamento Matemático: menos fórmulas, mais significado e cultura maker” que ocorreu no dia 27 de abril, em São Paulo. Desde então, a Professora Angélica se dedica à implementação de atividades capazes de atender aos objetivos.

O projeto se iniciou com a plantação das sementes que acompanharam os crachás utilizados pelas responsáveis durante o evento, sementes essas que originarão plantas aromáticas como manjericão e pimenta. Em seguida, semanalmente, foram desenvolvidas diferentes dinâmicas para imersão dos alunos no universo matemático, foram elas: Lambrequins (trabalhando a noção de simetria), Roda-gigante (apresentando os ângulos aos alunos), Quebra-cabeças (construindo simetrias e padrões), Coding (desenvolvendo programação básica) e, no dia 14/06, finalizarão o programa com a atividade denominada Quartos, Hóspedes e Matemática em que aprenderão sobre a multiplicação.

Cada dinâmica se utilizou de diferentes recursos, como a criação de mosaicos e lambrequins com lápis e papel, a construção de uma maquete de roda-gigante com papelão e palitos de madeira e diversão com jogos por meio da utilização de linguagens simples de programação.

O objetivo da iniciativa está sendo alcançado e as crianças estão se animando cada vez mais com a forma interativa e autônoma de redescobrir a Matemática. “Durante as atividades, os olhinhos brilham reconhecendo a matemática real, onde tudo tem uma razão para acontecer, onde não existe certo ou errado. Eu vibro a cada EU CONSEGUI!!! Como professora, desperto o aluno para o mundo, para a vida e para vontade de ser cada vez melhor. Agora, somos todos MATHLOVERS” comenta e se orgulha a Professora Angélica.

13/06/2019 [M.E./P.A.C.]


Share |