Ensino Fundamental Anos Iniciais


O uso do Educacional para o desenvolvimento da cultura digital

No mês de março, a equipe do Ensino Fundamental Anos Iniciais, do Colégio Nossa Senhora das Dores, reuniu-se para discutir a implementação da BNCC e o uso do Educacional neste processo com as turmas dos 1ºs ao 3ºs anos. A reunião foi ministrada pela Kátia Cristina da Silva, responsável pelo Portal Educacional.

A Base Nacional Comum Curricular estabelece diretrizes para que a Educação Básica promova o desenvolvimento integral das crianças e adolescentes no país como um todo. Essas diretivas envolvem a “mobilização de conhecimentos (conceitos e procedimentos), habilidades (práticas, cognitivas e socioemocionais), atitudes e valores para resolver demandas complexas da vida cotidiana”, ou seja, competências que os estudantes precisam alcançar para que possam exercer a cidadania e ingressar ao mundo do trabalho.

Essas qualificações devem permear o trabalho pedagógico realizado em qualquer componente curricular (Matemática, Ciências, Linguagem, entre outras). Desta forma, o Educacional é uma ferramenta que possibilita a utilização da tecnologia digital para a comunicação, o acesso à informações, a produção de conhecimentos e resolução de problemas.

Durante o encontro com os educadores dominicanos, foi discutido a organização das habilidades previstas para cada ano escolar e focando, inicialmente, na produção de textos, uma vez que as turmas participarão da “Oficina do texto” no Educacional. Além disso, o uso dos dispositivos disponíveis que auxiliarão na aprendizagem dos conteúdos de Matemática e Língua Portuguesa e a possibilidade de aplicação da metodologia de sala de aula invertida, que permite maior participação dos estudantes no processo pedagógico, também foi comentado.

De acordo com a BNCC, a educação brasileira passa a ser integral, ou seja, contempla todas as dimensões do desenvolvimento humano. Assim, o professor terá que adotar práticas pedagógicas mais ativas e interdisciplinares, para que o aluno seja capaz de desenvolver os conhecimentos acadêmicos e ao mesmo tempo, esteja mais preparado para a vida. As competências gerais da BNCC não estão restritas apenas a um componente específico, mas em várias áreas do saber. O Bernoulli e o Educacional auxiliam muito nesse processo de aprendizagem, com capacidades que levam o estudante a pensar, argumentar, comunicar, interagir com a tecnologia, dentre outras, preparando-o o para o século XXI.”, relata a Professora Ana Paula Chaves Queiroz Freiri, do 1º ano.

O grande desafio consiste em pensar o ensino e as práticas pedagógicas com base nessas competências e habilidades, abandonando o enfoque puramente conteudista. A BNCC espera um novo professor na sala de aula. O documento propõe uma transformação na sua atuação. Cabe a ele ser um mediador, um tutor, um orientador que mostra caminhos para que o aluno seja o construtor do seu conhecimento. O docente deverá adotar novas ferramentas pedagógicas. Todo o material didático quanto os conteúdos digitais entre outros métodos deverão ser adequados à BNCC. Será necessário mostrar às famílias essa nova perspectiva de formação para que ela entenda o novo momento e supere suas inseguranças.”, afirma a Professora Euripa Aparecida Ribeiro de Alcantara, também do 1º ano.

Atualmente, a postura do professor em sala de aula precisa ser diferenciada, onde haja o predomínio do caráter construtivista, tendo como objetivo principal a construção do conhecimento por parte do aluno, de forma ativa. Cabe a nós, educadores, refletirmos sobre nossa prática docente e pensarmos em metodologias mais atraentes e eficientes, para que aliadas as aulas teóricas possam torná-las mais agradáveis e o ensino mais dinâmico. O formador do novo século precisa se tornar facilitador da aprendizagem, priorizando o educando, agora agente ativo, criativo e participativo nesse processo. O educador precisa adotar uma metodologia de ensino que privilegie a contextualização como uma das formas de aquisição de dados da realidade, a interdisciplinaridade e a inserção das tecnologias aliadas ao conteúdo ministrado, para que efetivamente se expressem conceitos e valores fundamentais à democracia e à cidadania, além de fornecer estímulos para que os alunos possam refletir e construir seu próprio conhecimento.”, completa a Professora Marcella Silva Santos, do 2º ano.

28/03/2019 [M.F./F.K.C.]


Share |