Educação infantil

Educação Infantil CNSD: "Passos firmes, confiantes e felizes para uma base sólida"

O desenvolvimento infantil se dá em “períodos sensíveis”, de forma que em cada época da vida predominam certas características e sensibilidades específicas. De 0 a 3 anos a criança age com a mente absorvente inconsciente e de 3 a 6 ela age com a mente absorvente consciente.

A mente absorvente inconsciente  é o período criativo da inteligência e aprende-se a linguagem com o olhar, pelo sorriso, pelos sons balbuciados, pelos gestos e pela fala.Desenvolve-se o equilíbrio, aprende-se a situar-se e a andar.

No período da mente absorvente consciente de 3 a 6 anos, a criança está preparada para as particularidades, para a ordem, para o movimento e para a elaboração remota da leitura, da escrita e da matemática.

Para assegurar à criança um processo prazeroso, progressivo e de assimilação natural, o Colégio Nossa Senhora das Dores trabalha com o método Montessori desde a década de 60.

1. Finalidades educativas

A Educação Infantil é a primeira etapa da educação básica tendo como finalidade o desenvolvimento integral da criança de dois a cinco anos de idade.

Considerando que as experiências da primeira infância são de fundamental importância, a sociedade se mobilizou para que a Educação Infantil seja assumida como direito da criança, reconhecida pela Constituição Federal de 1988 e posteriormente pelo Estatuto da Criança e do Adolescente em 1990.

Reafirmando essas mudanças, a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional - Lei nº. 9394 promulgada em dezembro de 1996, estabelece de forma incisiva o vínculo entre o atendimento às crianças de zero a cinco anos e a educação.

O Colégio Nossa Senhora das Dores - referência como escola dominicana e colégio particular em Uberaba - funciona em prédio próprio desde 1885. Com confortáveis instalações e adequado ao público infantil, tem como meta atender as crianças de 02 a 05 anos. Sendo a maior tarefa favorecer a essas crianças o desenvolvimento do seu potencial criativo, da iniciativa, da independência, da disciplina interna (autodisciplina) e da confiança em si mesmo partindo sempre de suas experiências.

Nossa filosofia e metodologia contemplam os seguintes princípios:

Na Educação Infantil a aprendizagem acontece de maneira:

  • prazerosa;
  • em um ambiente preparado e estimulante;
  • em movimento;
  • em grupo;
  • o aprendizado é aplicado na prática.

O método Montessori apresenta alguns princípios importantes:

         1º - A regente preparada que conhece o desenvolvimento Infantil em suas várias fases.

         2º- O ambiente preparado, adequado e organizado com objetivos claros de aprendizagem.

         3º - A criança equilibrada: desenvolvimento natural, individual com atenção, concentração e aprendizado.

Em uma comunidade escolar montessoriana há divisão de responsabilidades e tarefas que permitem vislumbrar preferências e interesses que poderão se tornar habilidades profissionais no decorrer da maturidade.

 Cuidar de si mesmo, do ambiente e do outro, aprender a observar, reunir informações e tomar decisões são ações cotidianas da sala  montessoriana.  Quando todos assumem a organização e a manutenção do ambiente, vínculos se estabelecem e estes garantem a circulação do conhecimento, do afeto e do respeito.

2. Sistema Montessori
A prática da Educação Montessoriana dentro desses princípios pressupõe um ambiente preparado com materiais de desenvolvimento com características bem definidas, permitindo à criança chegar gradualmente e de acordo com o seu ritmo à conquista de novos conhecimentos. Aliado a um clima de segurança, a criança, em todos os níveis de seu desenvolvimento, prepara-se para participar da sociedade, na qual terá que encontrar seu lugar, como pessoa responsável, generosa, competente, colaboradora, criativa e independente. Será menos angustiada, pois aprende a organizar seu mundo interior, a dinamizar suas potencialidades, tornando-se receptiva  a tudo o que é bom e verdadeiro, com responsabilidade, respeito, amor, silêncio, natureza e Deus.

Toda a nossa prática visa proporcionar às crianças o desenvolvimento das seguintes capacidades:
desenvolver uma imagem positiva de si, atuando de forma cada vez mais independente, com confiança em suas capacidades e percepção de suas limitações;

  • descobrir e conhecer progressivamente seu próprio corpo, suas potencialidades e seus limites, desenvolvendo e valorizando hábitos de cuidado com a própria saúde e bem-estar;
  • estabelecer vínculos afetivos e de troca com adultos e crianças, fortalecendo sua autoestima e ampliando gradativamente suas possibilidades de comunicação e interação social;
  • estabelecer e ampliar cada vez mais as relações sociais,aprendendo aos poucos a articular  seus interesses e pontos de vista com os demais, respeitando a diversidade e desenvolvendo atitudes de ajuda e colaboração;
  • observar e explorar o ambiente com atitude de curiosidade, percebendo-se cada vez mais como integrante, dependente e agente transformador do meio ambiente e valorizando atitudes que contribuam para sua conservação;
  • brincar, expressando emoções, sentimentos, pensamentos, desejos e necessidades;
  • utilizar as diferentes linguagens (corporal, musical, plástica, oral e escrita) ajustadas às diferentes intenções e situações de comunicação, de forma a compreender e ser compreendido, expressar suas ideias, sentimentos, necessidades e desejos e avançar no seu processo de construção de significados, enriquecendo cada vez mais sua capacidade expressiva;
  • conhecer algumas manifestações culturais, demonstrando atitudes de interesse, respeito e participação frente a elas e valorizando a diversidade.