Notícias

Garoto vende sacolas ecológicas para arrecadar dinheiro e disputar etapa do mundial de skate na França

Aluno CNSD é destaque no GloboEsporte!

 

Aos 14 anos, o skatista uberabense Carlos Eduardo, o Cadu, é um das promessas do skate nacional. Prova disso foi o convite que ele recebeu para disputar a Far'n High, uma etapa do Circuito Mundial de Skate em Paris. Com mais de 17 campeonatos nacionais e internacionais no currículo, este terá um gosto especial: será o primeiro fora do país entre profissionais. Para dar mais um passo importante na carreira e estar entre os melhores skatistas do mundo entre 14 e 16 de maio, a família do garoto vende sacolinhas de lixo ecológicas de veículo com o objetivo de arrecadar o dinheiro da viagem.

A família conseguiu a doação de mil sacolinhas ecológicas. Elas são vendidas a R$ 5 e todo o dinheiro será para o garoto que recebeu o convite para participar da competição na França. A prova será um open, com atletas amadores e profissionais.


Porém, será a terceira vez que ele vai para fora do país competir. Em fevereiro do ano passado, ele competiu e venceu o Massacre Day All Ages, em Tamba Bay, na Flórida. Em junho, ficou em 3º no Grind for Life, em Los Angelis, Califórnia. Neste ano, porém, os desafios são outros, além de arrecadar o dinheiro: viajar sozinho, disputar com profissionais e falar francês.

– Vai ser a primeira vez que vou viajar sozinho e participar de uma etapa do mundial. Não tem nenhuma categoria definida. É o open que qualquer pessoa pode chegar e disputar. Estou um pouco nervoso. É diferente ir a um lugar que não conheço, mas vai dar certo. Não falo francês, mas terei apoio de algumas pessoas lá – afirmou.

pesar de admitir que viaja como franco atirador, o garoto vai com uma grande expectativa pelo tamanho do evento e se deparar com os principais atletas do skate. Mesmo sem a responsabilidade de conquistas, o objetivo de Cadu é "mostrar a cara para o mundo", como disse o pai dele, Carlos Eduardo Garcia. Para isso, as manobras estão sendo treinadas.

– Meu pai e eu estamos há muito tempo olhando a pista para ver o que dá ou não para fazer. Tem várias manobras que estou pensando em fazer. Mas pode chegar lá e a pista ser difícil e não conseguir. Mas vamos com elas na cabeça já e tentar trazer um título de lá– afirmou.

As sacolas ecológicas estão sendo vendidas na loja Nollie Street Wear, Rua São Sebastião, 55, no Centro Uberaba. O contato também pode ser feito pelo telefones (34) 99978-6192 (Dudu) e 99911-2577 (Fabiana).

 

Fonte: GloboEsporte.com


Share |