Notícias

Ano Anastasiano no CNSD

O Colégio Nossa Senhora das Dores, anualmente, celebra de forma educativa e pastoral a vida e obra de Madre AnastasieFundadora da Congregação das Irmãs Dominicanas de Nossa Senhora do Rosário de Monteils. Neste ano, especialmente, atendendo o clamor das Irmãs Dominicanas, na pessoa de sua Priora Geral – Irmã Cleonice Cardoso – foram planejadas uma série de momentos de oração, estudo, motivação, acolhida e, principalmente, diálogo sobre a vida e obra da Fundadora das Irmãs. As Mídias Sociais, em destaque, estão sendo muito valorizadas para a divulgação dos princípios dominicano-anastasianos.  Toda a comunidade educativa está sendo chamada a louvar e bendizer, em uma perspectiva de respeito e acolhimento, os valores de Domingos e Anastasie.   

No mês de abril, foram realizadas com os professores momentos de formação sobre a filosofia do colégio a partir do vídeo-documentário “Nas Pegadas de São Domingos e Madre Anastasie”. Foi uma oportunidade valiosa para fortalecer o senso de pertença e o legado das Irmãs.  Com os auxiliares administrativos e de serviços gerais uma escala de reflexões, a partir de pensamentos de Anastasie, foi realizada sob a liderança dos membros da equipe de Pastoral. Encontros de oração e diálogo muito profícuos. As famílias e os alunos, também, exaltando o princípio da acolhida, de forma festiva, foram recebidos nas vésperas do dia de Madre Anastasie – 21 de abril, com mensagens afetuosas e abraços fraternos. Alunas do Período Integral e Educação Infantil e Ensino Fundamental Anos Iniciais, caracterizadas de Irmãs Dominicanas, com muito entusiasmo, acolheram as famílias e louvaram a Fundadora. 

O Museu da Capela, em apoio à Pastoral, realizou em um dos corredores do CNSD, uma bela exposição de objetos e símbolos que remeteram aos valores de Anastasie. Toda a comunidade apreciou muito.   

Segundo Wanderson Ferreira – Pastoral CNSD: “Outras ações, encontros, celebração e momentos formativos estão sendo realizados e planejados. Sem dúvida, o Ano Anastasiano está sendo uma oportunidade pedagógica e pastoral de celebrarmos a fé e anunciarmos a necessidade de uma sociedade mais justa, acolhedora e fraterna”.

11/06/2018 [P.W.F.]


Share |