Notícias

Correios lançam Selo Comemorativo dos 130 anos do Colégio Nossa Senhora das Dores

Lançado na manhã desta segunda-feira (06/07), o Selo Comemorativo dos 130 anos do Colégio Nossa Senhora das Dores (CNSD). A solenidade aconteceu na sede dos Correios e reuniu integrantes da comunidade escolar, dirigentes locais dos Correios e da sociedade. O evento histórico remete à chegada ao Brasil das Irmãs Dominicanas do Rosário de Monteils, originárias da França.

Trata-se de mais uma das atividades previstas para o ano de 2015, dentro das comemorações no CNSD. Segundo a Diretora do Colégio, Marta Beatriz Queiroz Fabri: “O lançamento do selo veio de um projeto que nasceu dentro do Colégio e nós tivemos apoio total de toda a equipe dos Correios. Estamos vivenciando este momento de muito valor, com o selo levando o nome do Colégio Nossa Senhora das Dores a todas as partes do Brasil”.

“Alicerçado em base sólida, hoje o Colégio Nossa Senhora das Dores caminha rumo ao futuro, fomentando os valores dominicanos. O conhecimento, o bem-estar, o empreender são condições indispensáveis para esta geração protagonista de outros espaços, de novos tempos”, assinalou Marta Queiroz.

Todas as atividades deste ano no CNSD, tais como Festa Junina, Oficina de Leitura e Olimpíada Dominicana estão inspiradas nos 130 anos. Na próxima quarta-feira (08/07), haverá o lançamento da Cápsula do Tempo, na qual serão depositados por alunos previsões e sonhos para o futuro. Para o segundo semestre mais novidades estão programadas, adianta a Diretora.

A Irmã Rejane Paiva, representante da Congregação das Irmãs Dominicanas, também presente no lançamento do selo, destacou que o Colégio Nossa Senhora das Dores em Uberaba, marcou também a chegada das Irmãs Francesas da Congregação ao Brasil.

“A partir de Uberaba, nós caminhamos pelo Brasil. Fomos para a capital de Goiás, depois para Conceição do Araguaia/PA, Porto Nacional/TO e vários outros lugares do Brasil. Portanto, é uma celebração do Colégio Nossa Senhora das Dores, mas também da Congregação, pois marca a chegada ao Brasil das Irmãs Dominicanas de Nossa Senhora do Rosário de Monteils”, refletiu a Irmã Rejane.

Para o Gerente Regional dos Correios em Uberaba, João Francisco de Souza, “Falar do Colégio Nossa Senhora das Dores é falar da História da Educação em Uberaba”. Por isso, ele fez menção elogiosa aos alunos, professores e à instituição, mencionando-os como benfeitores e construtores da sociedade e da “riquíssima história de Uberaba, do nosso Estado e do nosso País”.

O lançamento do selo foi permeado por apresentações do Conjunto Dominicano de Flauta Doce formado por alunos do CNSD. Eles executaram o Hino Nacional e as canções Aquarela de Toquinho, e Imagine de John Lennon, sob a coordenação da Professora Maria Angélica Fidelis.

Além da Diretora Marta Queiroz, participaram das obliterações do selo (marcações com carimbo) a Coordenadora Pedagógica do Ensino Fundamental 1, Eliana Aparecida Prata; Irmã Tânia Goreti dos Santos; Imã Rejane de Paiva; e a aluna Karoline Martins dos Santos, representando os mais de 1.200 alunos da escola.

A secretária municipal de Educação Silvana Elias foi representada pela Diretora de Educação Básica da pasta, Eliana Correia Salge.

História e atualização futurista

O selo personalizado é um selo de primeiro porte, de carta comercial, válido em todas as agências postais do Brasil. É composto por logomarca criada especialmente para as comemorações do aniversário do CNSD. A imagem identifica o nome da instituição com o Brasão Dominicano, como forma de preservar as suas origens.

Além disso, as letras iniciais do colégio foram aplicadas numa estilização futurista, dando o entendimento da constante atualização com as exigências. Há também a ideia do infinito através de círculos, junto ao slogan de 130 anos: “Colégio Nossa Senhora das Dores – Abraçando o Futuro”.

O prédio do Colégio Nossa Senhora das Dores foi inaugurado oficialmente em 26 de dezembro de 1895, e nele, as Irmãs passaram a residir e trabalhar a partir de fevereiro de 1896. Foi o primeiro edifício construído pelas Irmãs Dominicanas e serviu aos fins que lhe foram propostos até 1959, quando foi demolido para que blocos mais modernos e funcionais fossem edificados. O inicio das atividades do Colégio deu-se em 1885 com aulas ministradas na Santa Casa de Misericórdia, hoje Hospital de Clinicas da Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM).

 

07/07/15 [Jornalista Paulo Ferreira - pferreirajornalista@gmail.com]
 


Share |